Papo Reto Cariri - Opinião, Notícias e tudo que acontece sem arrodeios
Conheça Tranquilino Ripuxado - 25 anos de humor “lascado de beleza”
date_range01/07/2018 às 00:19

Há 25 anos, Pedro Ernesto criava o personagem Tranquilino Ripuxado/Arte Júnior Cardoso.

Por Rafael Pereira

Ainda cedo, o menino Pedro Ernesto Morais de Jesus, há mais de 40 anos, se imaginava um grande humorista. Nessa época não sabia que se transformaria em um personagem criado por ele mesmo com um figurino próprio que representa a mistura de matuto, sabido e sertanejo. Espalha um “humor sadio” que poucos humoristas hoje se arriscam a não dizer uma piada fora dos padrões de idade. Como ele mesmo diz: “humor matuto, livre para todos os públicos”.

Para assumir a grande responsabilidade de levar o riso, teve que estudar como criar um personagem que possa cair na boca do povo e representar o popular e o cômico. Após vários escritos em folhas de papel surgiu um nome curioso tranquilino.ripuxado. Roupa fora de moda, cabelo “arrupiado” e acessórios típicos do matuto foi o figurino que precisava para cair no mundo e ser revelado por quem lhe desse oportunidade. 

E não faltou apoio, principalmente do poeta, já falecido, e um dos principais representantes da literatura de cordel, Elói Teles foi quem primeiro apostou nele em uma parceria que completou 25 anos junto à Academia dos Cordelista do Crato. 

Nasceu no Crato, sítio Lameiro. Foi nas situações vividas na infância simples que buscou a forma como que seu personagem iria ser construído. Brincando, fazendo paródia de tudo que o humor dele aos poucos foi ganhando atenção de pessoas próximas.  

TRAJETÓRIA

Em 1993, Tanquilino nascia nas escolas e ganhava as risadas de crianças, nas praças e lugares abertos foi ganhando gargalhadas de adultos. Aos poucos todos que formavam o palco improvisado em redor do artista prestavam atenção em suas histórias, variadas idades acabava caindo na mesma piada, coisa quase impossível para quem quer fazer humor hoje. Isso tudo foi seu “Laboratório” como ele mesmo diz, esse modo de fazer humor para o povo e não somente para os palcos. Das pessoas tira o que dá prazer a qualquer humorista: boas risadas de histórias, causos e situações comuns que se tornam ingredientes engraçados da vida do matuto.

Como todo artista, grandes pretensões povoam sua vontade. Se tornar conhecido nacionalmente é uma ambição, mas também uma forma de certificar os longos 25 anos encarnados em um só personagem que diz representar o Crato, não só pelo nome da cidade pintado na cabaça à tiracolo. Tentou algumas participações na TV do sudeste como um dos únicos redutos de divulgação do humorista para todo o Brasil. Tudo sem sucesso, talvez porque ainda não descobriram o artista que é. Mas o Cariri não o deixou pra trás, a região que nasceu já o consagrou como grande humorista. Tanto que já fez diversas participações em TVs locais, e hoje é peça integrante do programa “Ceará Diverso” da TV Verde Vale.

PEDRO ERNESTO

Fora de Tranquilino, Pedro Ernesto é outra pessoa até na aparência. Revela que não é de está dando gargalhadas, mas se preserva “em levar uma vida de forma suave e em alto astral”. Casado é pai de dois filhos e o mesmo tempo chefe de uma “família abençoada”, como ele mesmo define. Filho do casal José Raimundo de Jesus e dona Maria de Fátima morais. Em sua certidão civil, é registrada a data de nascimento de 2 de novembro de 1970, brinca até com data dizendo que nasceu no dia de finados.

Dono do seu personagem, Pedro Ernesto pegou para si Tranquilino Ripuxado e sem ele não sabe como viver. Duas pessoas em uma só carne, é com ele que ganhou as risadas do povo e notoriedade que merece. “Lascado de beleza”, “acontece cada vida nas coisas da gente” e “num diga a ninguém não, espáia...” são bordões criados pra ganhar corpo em piadas ditas no improviso. Mais do que isso, também são slogans de 25 anos de humor para quem sabe tirar da boa piada uma forma de rir da vida e das coisas do mundo sem ofender ninguém.

Mas num diga a ninguém não... espáia!

 


Karamelo Store
Sobre
Jornalista formado pela UFCA, radialista desde 2013 com passagens por emissoras de rádio de Caririaçu e Juazeiro do Norte. Na televisão, realizei produção jornalistica para Tv Verde Vale de Juazeiro do Norte. No site Miséria, atuei como redator e editor de Cultura. Repórter do Portal News Cariri. Também prestando serviço de Assessoria de imprensa para instituições privadas, artistas e parlamentares.